Polícia caça bandido que atirou contra PMs

Lineu Filho
A correria começou meia-hora antes, perto do terminal de ônibus. Veja mais imagens.

Assalto dentro de um ônibus no centro de Almirante Tamandaré, na noite de segunda-feira (03), praticado por um adolescente armado de revólver se transformou em perseguição policial e confronto. O suspeito, de 17 anos, foi morto por volta das 22h30, nos fundos de uma casa, entre as ruas Bertolina Kendrick de Oliveira e José Carlos Colodel. Foi baleado pelos policiais na segunda troca de tiros, depois de atravessar o matagal que faz limite com a residência.

A correria começou meia hora antes, perto do terminal de ônibus. O rapaz assaltou uma passageira e fugiu com pertences dela pela Avenida Emílio Johnsson. A mulher parou uma viatura do 22.º Batalhão da Polícia Militar e pediu ajuda. Descreveu o bandido, dizendo que ele vestia camiseta vermelha e bermuda. Os policiais seguiram as indicações e viram o suspeito andando, com uma garrafa de bebida na mão, em uma rua de terra e sem nome no mapa, que liga a avenida principal à Rua Bertolina K. de Oliveira.

Tiroteios

A primeira troca de tiros ocorreu nessa rua e o para-brisa da viatura ficou danificado, aparentemente por disparos feitos de dentro do veículo. O suspeito correu e se escondeu no matagal. Rapidamente, outras viaturas do 22.º BPM e também do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) chegaram em reforço. Os moradores acompanhavam a caçada de longe. O barulho de quatro tiros foram ouvidos, vindo dos fundos da casa cercada.

Em seguida os policiais saíram e informaram que o suspeito tinha morrido. “Reagiu às abordagens duas vezes. Quando os policiais cruzavam com ele, atirava contra as equipes. No segundo revide, foi morto”, resumiu o tenente Meira. De acordo com o policial, o rapaz estava armado com um revólver calibre 38 e seu corpo só foi identificado ontem, no Instituto Médico-Legal.

Veja mais imagens.


Publicidade

Publicidade