Mulher é espancada até a morte em Colombo

Miguel Angelo Manasses e Márcio Barros Publicação 23/07/2013 às 16:39:59 Atualizado 23/07/2013 às 20:31:42
Átila Alberti

Corpo estava a menos de 800 metros de onde Tayná foi encontrada, em Colombo.

O corpo de uma jovem, de aproximadamente 25 anos, sem documentos de identificação, foi encontrado em uma área de reflorestamento da Embrapa, em Colombo. A mulher agredida até a morte, a menos de 800 metros de onde Tayná Adriane da Silva, 14, foi encontrada morta, em 28 de junho.

O cadáver foi localizado por um trabalhador da região, que avisou a polícia. De acordo com o sargento Cordeiro, do 22.º Batalhão, a jovem foi morta com pancadas e tinha vários ferimentos no queixo. “Trata-se de uma mulher bem-vestida, com relógio no pulso, e uma aliança na mão esquerda. Não é possível afirmar há quanto tempo ela foi morta nem se o crime aconteceu neste local ou se ela foi desovada na área de reflorestamento”, explicou o sargento.

Características

A vítima é desconhecida dos moradores da região. Ela usava calça jeans, jaqueta bege e tênis preto com detalhes em roxo. Tinha piercing no umbigo e o nome “Cris” tatuado na região pubiana.

No local, poucos curiosos apareceram, e ninguém soube dizer à polícia pistas do crime. Por conta da proximidade com o local onde Tayná foi encontrada morta, há quase um mês, na Colônia Farias, o delegado que investiga o caso, foi avisado do crime, e assim como a delegacia do município, aguarda que o corpo seja identificado para saber com quem ela se relacionava e quem tinha motivo para matá-la.


Publicidade

Publicidade