Criança de 11 anos é morta a tiros no Campo do Santana

Márcio Barros Publicação 01/04/2012 às 14:41:11 Atualizado 19/01/2013 às 22:18:22

Um menino de 11 anos e outros dois jovens foram assassinados a tiros, durante uma fuzilaria, na madrugada de ontem, em um bar na Rua Flora Pillati, nas Moradias Rio Bonito, no Campo de Santana. A polícia ainda não sabe o que motivou o triplo homicídio.

O bar estava lotado quando, por volta das 2h, os frequentadores viram um Palio prata estacionando próximo ao estabelecimento. Um homem desceu e efetuou vários tiros. O garoto Jeferson Andrade da Silva foi ferido com um tiro na perna. Também foram baleados Cristiano Cesar Campos, 27, Junior Rollof, 21, e Leuri Gomes de Paula.

De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios, o criminoso, quando percebeu que havia acertado o garoto, se aproximou e atirou mais duas vezes na cabeça do menino. Em seguida, baleou Junior. Testemunhas relataram que Cristiano, ao ouvir os disparos, jogou-se sobre a esposa para defendê-la, mas foi ferido nas costas.

Enquanto o assassino fugia com o seu carro, amigos das vítimas se mobilizavam para socorrer os feridos. O garoto Jeferson foi levado ao Centro Municipal de Urgências Médicas (CMUM), no Pinheirinho. Cristiano foi levado pelo Siate ao Hospital Cajuru, e Junior ao Hospital do Trabalhador. Os três morreram logo depois. Leuri segue internado, em estado grave, no Hospital Evangélico.

Execução

“Nossa equipe conversou com testemunhas, que confirmaram que o garoto foi executado. Não sabemos o motivo, mas vamos trabalhar para chegar ao autor o mais rápido possível”, explicou Recalcatti. A polícia deve ouvir as pessoas ligadas às vítimas e Leuri, assim que se recuperar. “Sabemos que o padrasto ou ex-padrasto desse menino assassinado está preso. Não podemos afirmar nada, mas vamos investigar tudo, inclusive se ele tem relação com o crime”, completou o delegado.


Publicidade

Publicidade