Força Verde apreende armas, animais e material de caça

AE Notícias Publicação 17/07/2010 - 14h16 Atualizado 19/01/2013 - 21h52

Onze armas de fogo, nove quilos de carnes de animais silvestres, farta munição, além de peles de animais e armadilhas foram apreendidos em operação do Batalhão de Polícia Ambiental - Força Verde (BPAmb-FV) na região de Luziana, município do Centro do estado, na quinta-feira (15). Na maior apreensão já feita pela 2ª Companhia do BPAmb-FV, as ações foram em cumprimento a mandados de busca e apreensão baseados em denúncias anônimas.

Três propriedades rurais vistoriadas e três pessoas detidas pelos policiais. Na primeira abordagem, foram encontradas quatro armas longas: duas espingardas calibres 28 e 32, um revólver calibre 38, além de duas espingardas do tipo "puxa fieira".

"Essa arma [puxa-fieira] trata-se de uma espingarda em que a munição é carregada direto no cano, diferente das convencionais. Em caça, usa-se bastante esse armamento. De cada três armas de fogo apreendidas pela Companhia, uma é desse tipo", explica o sargento Divonzir Ferreira de Lima, que participou das apreensões. Além disso, na mesma propriedade foram encontradas pela Força Verde duas peles de veado campeiro e uma de gato do mato.

Já na segunda residência a equipe recolheu quatro espingardas, uma de calibre 22, uma de calibre 32, outra de calibre 28, uma espingarda de pressão e aproximadamente quatro quilos de carne também de veado campeiro. Na última localidade abordada foi encontrada outra espingarda puxa-fieira e mais cinco quilos de carne de paca.

"Notificamos três suspeitos a respeito do comparecimento obrigatório no posto de Campo Mourão da Força Verde. Um deles foi autuado hoje (16) administrativamente, com multa de R$ 1,5 mil", conta o sargento. Ele tem 62 anos e responderá agora, na esfera criminal, por posse ilegal de arma de fogo. O comandante da 2ª Companhia da Força Verde, capitão Hilberaldi Correia de Lima, destaca a operação como a maior já feita pela equipe.

"Certamente, nunca havíamos apreendido tantas armas de uma vez só. Isso mostra que a FV está trabalhando pra coibir os crimes ambientais feitos dentro do nosso estado", disse. O policial destaca ainda a participação popular através das denúncias que a comunidade tem feito à Força Verde, proporcionando um acréscimo nas apreensões da equipe no ano de 2010.

"Isso é muito positivo para PM, pois contribui bastante para o trabalho da Força Verde", afirma o capitão. A partir dos dados enviados pela comunidade, os mandados de busca e apreensão foram enviados pela Comarca da região de Luiziana. Novas denúncias podem ser feitas através do número 0800-6430304. A identidade do denunciante é preservada pela Polícia Militar.

 


Publicidade

Publicidade