Tiroteio acaba em morte em Almirante Tamandaré

Janaina Monteiro Publicação 19/01/2009 - 00h10 Atualizado 19/01/2013 - 21h32

Motivo da morte de Araci foi briga em partida de futebol. (Foto: Átila Alberti)

Tiros na frente de uma sorveteria no centro de Almirante Tamandaré terminou com a morte de Araci Miguel Lins, o “Polaco”, 21 anos, e três pessoas feridas no início da noite de ontem. O motivo seria briga numa partida de futebol.

O primo da vítima, Anderson do Carmo Breine contou que ele, Araci e amigos tomavam cerveja em frente à sorveteria, na Rua Emilio Jhonson, quando o assassino chegou atirando do outro lado da rua. Segundo o soldado Boslopes, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, Araci foi atingido nas costas e no ombro. Ferido, ele tentou fugir mas tombou morto num terreno baldio, na rua ao lado. A briga teria começado há três semanas, porque um dos rapazes quebrou a perna de um amigo do atirador.

Feridos

Luana Indianara Wensing, 18, foi atingida com um tiro de raspão na perna. Paulo Vitor Santos Lima, 21, e Gisella Gouveia dos Santos, 25, foram feridos com tiros na perna e encaminhados ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, pelo Siate.

Moradores da Rua Benjamin Carlesso, onde Araci caiu morto, disseram estar cansados da algazarra que os jovens fazem no local. Os moradores do bairro fizeram abaixo-assinado e o entregaram ao Ministério Público.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia