Morto a pauladas e pedradas em Almirante Tamandaré

Marcelo Vellinho Publicação 30/01/2008 - 00h19 Atualizado 19/01/2013 - 21h19

Foto: Walter Alves

Rui Robson era conhecido por praticar furtos na região do Jardim Alvorada.

Pauladas e pedradas acabaram com a vida desregrada de Rui Robson Siqueira, o “Polaco”, 35 anos, na noite de segunda-feira, no Jardim Alvorada, em Almirante Tamandaré.

O homem foi encontrado sem nenhuma roupa, no início da manhã de ontem, a cerca de 50 metros de sua casa, na Rua Maria Regina Ferreira dos Santos. Manchas de sangue em uma viga de concreto, no tronco de uma árvore e em pedaços de tijolos revelavam as armas utilizadas no assassinato.

O crime pode estar relacionado à forma como a vítima levava a vida. De acordo com os policiais militares do 17.º Batalhão, que atenderam à ocorrência, embora não tivesse passagem pela polícia, Rui era conhecido por praticar furtos e roubos na região, provavelmente para sustentar seu vício pelas drogas. “Ele costumava ‘agitar’ aqui na vila, vivia no caminho errado e este foi seu destino. Deve ter sido um acerto de contas”, disse o soldado Wilson, ao lado do corpo.

Briga

Na noite de anteontem, Rui, que também seria bastante agressivo, discutiu com sua mulher. Após a briga, ela saiu de casa para dar uma volta e, quando voltou, por volta da meia-noite, não encontrou o marido. O que viu foi a casa toda bagunçada, apresentando sinais de luta. A mulher só foi entender o que havia acontecido às 7h de ontem, quando o corpo do marido foi visto em um barranco, a poucos metros da residência. “Ele foi retirado de casa e arrastado até o mato, completamente nu”, contou Wilson.

A violência do crime impressionou moradores e policiais. “Macetaram a cabeça do homem e devem ter usado a viga de concreto para terminar de matá-lo”, descreveu o policial. Além das pancadas, o peito de Rui apresentava duas perfurações, possivelmente causadas por objeto cortante. A mulher, que estaria ausente no momento do crime, não soube dizer quem matou o marido. O crime será investigado pela delegacia local.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia