Sanepar orienta donos de imóveis sobre ligação de rede de esgoto

Jornalista Externo Publicação 21/12/2005 - 15h56 Atualizado 19/01/2013 - 20h57

A Sanepar continua com as obras para assegurar o atendimento com os serviços de coleta e de tratamento do esgoto no litoral paranaense. No total, serão investidos R$ 100 milhões para ampliar os sistemas já existentes e implantar o serviço em Pontal do Paraná.

Em Guaratuba, os proprietários estão autorizados a fazer, imediatamente, a ligação do esgoto à rede coletora. Já os donos de imóveis nos municípios de Matinhos e de Pontal do Paraná devem ficar atentos à recomendação da Sanepar de, ainda, não ligar o esgoto de suas casas à rede coletora, recentemente construída pela empresa. “Temos duas situações distintas: em Guaratuba a rede está liberada, mas em Matinhos e Pontal ainda não. Nestas duas cidades quem se ligar agora corre risco, porque o esgoto voltará para dentro do imóvel. A rede ainda não está em condições de escoamento”, alerta a diretora de Meio Ambiente e Ação Social, Maria Arlete Rosa.

Os moradores de Matinhos e de Pontal do Paraná serão avisados sobre o momento certo de executar a ligação, pois é necessário concluir as estações de tratamento que estão sendo construídas nos balneários Solimar e Ipanema.

A recomendação da Sanepar é válida para 3.485 proprietários de imóveis localizados em parte de Matinhos e nos balneários Flamingo, Riviera, Praia Grande, Flórida, Santa Etiene, Inajá, Solimar, Ipacaraí e Betaras. O alerta é extensivo, também, aos donos de imóveis no município de Pontal do Paraná, onde o sistema está sendo implantado. Serão atendidas, nesta fase, parte da Praia de Leste, Canoas, Santa Terezinha, Ipanema I e II, Shangri-lá e Pontal do Sul, num total de 3.200 imóveis. O esgoto destas regiões será 100% tratado.

Embora a rede na frente dos imóveis já tenha sido estendida, ela ainda não tem o ponto de saída, que será nas estações de tratamento. A previsão da empresa é concluir as estações no final do primeiro semestre de 2006. Os proprietários já foram avisados por cartas e receberão visita dos técnicos da Sanepar. Os que residem em outras cidades receberam as correspondências em seus domicílios de origem.

Durante a visita, o proprietário será orientado sobre como fazer a ligação adequadamente e sobre a necessidade de deixar exposto o equipamento denominado DTI (Dispositivo Tubular de Inspeção).

Quando a ligação estiver pronta, a Sanepar vai vistoriar o serviço. Com o objetivo de formar mão-de-obra treinada, a empresa vai dar curso para pedreiros e encanadores em Matinhos, a exemplo do que fez em Guaratuba. Os profissionais que terão recebido orientação da Sanepar poderão ser contatados na Agência do Trabalhador de Matinhos e de Pontal do Paraná.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia