GVT pode fazer ligação de longa distância

Redação O Estado do Paraná Publicação 28/03/2003 - 01h00 Atualizado 19/01/2013 - 20h38

Preço único para todo o Brasil e independente de horário para chamadas internacionais, além de planos empresariais com descontos, e ainda a possibilidade de ter todos os gastos com telefonia registrados em uma só conta, compõem o "Novo 25", código da GVT, operadora de telefonia fixa que atua na Região Centro-Sul. Depois de dois anos e quatro meses no ar oferecendo serviço de telefonia fixa local, transmissão de dados e internet para clientes residenciais e corporativos, a empresa estreou ontem na longa distância nacional e internacional, para ligações originadas nas 54 cidades onde atua. Os preços do minuto no plano básico, sem impostos, são competitivos - variam de R$ 0,20 a R$ 0,30 para qualquer lugar do Brasil, de acordo com o horário da ligação. Para destinos como Estados Unidos e Canadá, o minuto é R$ 0,60 para chamadas realizadas a qualquer horário.

"Vamos entrar na guerra de benefícios para o cliente, oferecendo preço justo, conveniência e simplicidade", resume o vice-presidente de Marketing e Vendas da GVT, Rodrigo Dienstmann.

Crescimento

Única na sua região com atuação em todo o mercado -residencial, de pequenas, médias e grandes empresas - a oferecer serviços locais, corporativos e de longa distância para qualquer lugar do mundo, a GVT projeta crescimento de 60% - chegando a 800 mil linhas em serviço até o final do ano. O início das operações de longa distância reforça essa projeção.

Atualmente, o código 25 já responde por uma média de 34% das chamadas de longa distância realizadas pelos clientes GVT. Com a ampliação do serviço para qualquer lugar do País e do mundo, esta participação deve crescer 10% no primeiro ano.

O foco são os clientes com linha fixa da operadora que podem sentir a vantagem de ter, em uma única empresa, todas as soluções com a conveniência de receber uma só conta telefônica. Outro segmento importante para a operadora é o de pequenas e médias empresas que fazem altos volumes de ligações interurbanas. Para este grupo, a GVT lançará, em meados de abril, dois planos alternativos com mensalidades fixas que dão direito a descontos de até 43%.

Na primeira fase, o código 25 poderá ser usado exclusivamente nas cidades onde a GVT atua como operadora fixa. No primeiro ano de oferta do serviço, a empresa negociará acordos de co-billing para tornar o 25 uma alternativa também para a população das demais cidades da Região 2 a partir de 2004.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia