Concurso para professor do Estado recebe inscrições até hoje

Joyce Carvalho Publicação 27/10/2004 às 01:00:00 Atualizado 19/01/2013 às 20:47:50

Termina hoje o prazo para as inscrições do concurso público que está oferecendo 9.943 vagas para professores em todo o Estado. Elas estão sendo feitas no site da Universidade Estadual de Londrina (UEL), responsável pela aplicação das provas, e o custo por candidato é de R$ 60. Os testes estão marcados para o dia 5 de dezembro.

A chefe do setor de Recursos Humanos da Secretaria de Estado da Educação (Seed), Sheila Assef, explica que a universidade ainda não passou o número de inscritos até o momento, mas a expectativa é de reunir entre 20 e 25 mil professores.

As vagas ofertadas são nas seguintes áreas: pedagogia, filosofia, sociologia, idiomas, física, química, educação artística, ensino profissionalizante e ensino especial. Somente nessa área serão disponibilizadas 5,5 mil vagas, sendo um concurso inédito no Brasil para esse setor, segundo Sheila.

Nos dias 8, 9 e 10 de novembro, os candidatos devem comparecer aos núcleos aos quais pertencem para a prova de títulos, que consta em apresentar a certificação de cursos e histórico de trabalho, entre outros. As provas objetivas acontecem no dia 5 de dezembro em 14 municípios.

Os resultados começam a ser divulgados às 14h do dia seguinte, na internet, com uma amostra do gabarito e os aprovados na prova de títulos. "Precisamos lembrar que os candidatos que se sentirem lesados com os resultados devem entrar com recurso até dois dias úteis da divulgação. Ou seja, a partir do dia 9 os recursos não serão mais aceitos. Todos os inscritos devem ficar atentos para possíveis informações e convocações", afirma Sheila. Em janeiro, os escolhidos passarão pelos exames médicos e serão nomeados para os cargos no começo de fevereiro. Os professores começam a atuar no ano letivo de 2005.

O salário inicial para todos os aprovados é de R$ 515, mais R$ 150 de auxílio transporte, totalizando R$ 665 para uma jornada de trabalho de 20 horas. Depois, eles seguem no plano de carreira conforme a área de especialidade. A Seed esclarece que a jornada cai para 10h semanais em algumas vagas do ensino profissionalizante. Para esses casos, a remuneração será de R$ 257,50, com auxílio transporte de R$ 75.

Serviço - Mais informações e inscrições no site www.cops.uel.br.

Concurso poderia ter mais vagas

O presidente da APP-Sindicato, professor José Lemos, esclarece que a classe sempre defendeu o concurso, por ser importante para ingressar em uma carreira. Isso traz muitos avanços ao profissional, como melhoria de salários e estabilidade no emprego. "E ainda cria um vínculo com a comunidade onde a escola está situada, o que também é importante para o professor fixar residência. Quando o contrato é temporário, existe a dificuldade do vínculo porque o professor muda muitas vezes de escola", comenta.

O sindicato está estimulando os professores a participar do concurso. Lemos revela que as entidades de classe estão negociando com o governo a ampliação de vagas nesse concurso e também em um realizado em maio do ano passado. Nesse foram ofertadas 16.651 vagas, mas foram aprovados mais de 38 mil professores. "Estamos trabalhando para que o governo baixe um edital com mais vagas assim que começarem a chamar os professores. A necessidade é maior do que se estabeleceu", considera.

O professor avalia que as remunerações iniciais são baixas e que este ponto também está sendo negociado. "Esse salário não dá conta para atender as nossas necessidades", declara. Ele informa que alguns sindicatos vão participar hoje de um debate na Assembléia Legislativa sobre o orçamento de 2005. O salário dos professores e também de servidores será um dos assuntos abordados.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia