Auxílio-moradia para juízes deve ser votado às pressas

Requerimentos para que seja instalada comissão geral para votação dos projetos que criam a Fundação Estatal de Saúde (Funeas) e o auxílio-moradia para juízes e desembargadores do Paraná foram apresentados ontem na Assembleia Legislativa. Os pedidos serão votados hoje e a comissão geral que permite o chamado “tratoraço”, com várias votações em uma só sessão, deve ser instalada logo em seguida.

O projeto da Funeas foi apresentado em dezembro, mas foi retirado por pressão de servidores da saúde, que consideram a fundação uma “terceirização” da área. Pelo projeto, a Funeas administraria parte dos serviços de saúde prestados pelo estado, como compra de equipamentos e contratação de médicos.

O projeto que institui o auxílio-moradia para juízes e desembargadores foi apresentado em dezembro. O texto, porém, não especifica o valor do auxílio e nem quem poderá recebê-lo. Essas definições seriam dadas depois pelo próprio Tribunal de Justiça (TJ-PR), sem necessidade de passar pela Assembleia de novo.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia

Esta notícia já contém 8 comentários.

  • ATLETICO PARANAENSE SEMPRE O MAIOR!....
    26/02/2014 - 01:43

    O QUE SERÁ QUE NOSSOS HONESTOS DEPUTADOS VAO PEDIR EM TROCA PARA APROVAR O TAL AUXÍLIO-MORADIA PARA OS POBRES JUÍZES E DESEMBARGADORES? NO MÍNIMO TEM COISA PODRE DEBAIXO DO TAPETE... ESTES PODERES REALMENTE NAO TEM VERGONHA NA CARA COM TUDO ISTO.

    A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Paraná Online.
    Denuncie o comentário Responda o comentário

  • Santos Cap
    25/02/2014 - 12:20

    Tá na hora de acabar com esse negócio de três poderes, um come na mão do outro, um rouba o outro protege, e assim vai. O jeito é por um Rei no poder, pelo menos só um manda e todos obedecem, acaba com a festa de muitos. Pior para o pobre não fica.

    A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Paraná Online.
    Denuncie o comentário Responda o comentário

  • Jonas Schmidt
    25/02/2014 - 11:47

    VERGONHA !!! Os que mais ganham inventam um sem número de mordomias para extrapolarem o teto salarial dos servidores! O q justifica todos os juízes e desembargadores ganharem auxílio moradia além dos seus polpudos salários? Merda de país.

    A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Paraná Online.
    Denuncie o comentário Responda o comentário

  • Maria Inez Damasceno
    25/02/2014 - 11:16

    Essa é maior vergonha desse estado. Nós trabalhadores sem Plano de Saúde, sem moradias, sem segurança, sem escolas, e sem tudo. Pior os aposentados da Previdência e os idosos que ficam nas filas dos Postos de Saúde o dia todo a espera de atendimento.

    A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Paraná Online.
    Denuncie o comentário Responda o comentário

  • papagaio pombo
    25/02/2014 - 09:25

    Corta racao dos caes pra dar aos gatos. vera em outubro seu pato-de-terreiro que só faz caca.

    A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Paraná Online.
    Denuncie o comentário Responda o comentário