Urbs divulga resultado da licitação para ampliar frota de táxi

Jaelson Lucas/SMCS
No total foram classificados 1.909 concorrentes.

A Urbs divulgou nesta sexta-feira (10) o resultado do julgamento das propostas técnicas da primeira licitação para ampliação da frota de táxi realizada em Curitiba. As informações, com a pontuação dos concorrentes às 750 novas placas de táxi, foram publicadas no Diário Oficial do Município e estão disponíveis também no site da Urbs, com acesso a partir da página inicial clicando no espaço do Táxi em Edital de Licitação.

No total foram classificados 1.909 concorrentes. São 1871 na categoria Convencional (700 placas); 27 na categoria Compartilhado (30 placas) e 11 classificados na categoria Deficientes (20 placas). Outros 238 foram desclassificados por documentação ou proposta em desacordo com o edital.

Na categoria Compartilhado estão táxis adaptados para atendimento prioritário a pessoas com deficiência e que podem operar também como táxis convencionais. Na categoria Deficiente o táxi é dirigido por motorista portador de deficiência.

O prazo para interposição de recursos é de 13 a 17 de janeiro. Os mesmos devem ser encaminhados para a Comissão Especial de Licitação e protocolados na recepção da URBS em horário comercial, das 08h30 às 18h.

Após transcorrido o prazo cabível para recursos em relação a fase de julgamento da proposta técnica, serão convocados a participar da fase de habilitação os primeiros colocados de cada lote.

Processo

A abertura dos 2.143 envelopes com propostas técnicas dos concorrentes às 750 novas placas teve início no dia 16 de dezembro. Foram realizadas três sessões públicas de análise, além de sessões reservadas. “A comissão trabalhou durante dez dias úteis e, em tempo recorde, conseguiu analisar todas as propostas” disse o presidente da comissão de licitação, Wilhelm Meiners, diretor administrativo-financeiro da Urbs.

Para garantir a transparência do processo, foi solicitada a participação de seis voluntários, que formam dupla com cada membro da comissão, conferindo de perto todo o trabalho que consiste, essencialmente, na abertura dos envelopes e numeração e rubrica em cada documento.

O julgamento das propostas obedece critérios definidos no edital, como idade do veículo, tempo de experiência do motorista ou pontos na carteira.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia