Milhares de veículos retornam a Curitiba

Redação Publicação 01/01/2014 às 09:06:24 Atualizado 01/01/2014 às 15:13:36

Leia Mais

Felipe Rosa
Movimento é intenso nas estradas que cortam o Paraná.

A movimentação na BR-277 durante o feriado de Ano Novo já é intensa, de acordo com a Concessionária Ecovia, que administra o trecho entre Curitiba e o litoral do Estado.

Segundo a concessionária, por volta do meio-dia, o fluxo de veículos por hora era de cerca de quase 2 mil. A estimativa é de que 80 mil veículos retornem à Curitiba nesta quarta-feira (1) e quinta-feira (2).

Para fluidez do tráfego, no primeiro dia de 2014 a Ecovia, juntamente com as Polícias Rodoviária Federal e Estadual, realizará a Operação Mão-Única na PR-407, rodovia de acesso aos balneários de Pontal do Paraná.

Nesta quarta-feira, os horários de picos devem acontecer entre 16h e 19h, com 2,9 mil veículos por hora.

Já na quinta-feira (2), o maior fluxo previsto deve acontecer entre 8h e 10h, com 2,2 mil carros por hora. Os usuários vão contar com recursos operacionais extras na BR-277, PR-508 (Matinhos) e PR-407 (Praia de Leste). Serão disponibilizados veículos de operação, sendo guinchos leves, pesados e colaboradores a mais na praça de pedágio.

Quem segue pela BR-116, sentido Curitiba, enfrenta grande número de carros na pista. Apesar do fluxo alto, segundo a concessionária Autpista Litoral Sul, administradora do trecho, não há retensão.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o movimento também já é intenso na BR-376, rodovia que liga as praias catarinenses a Curitiba.

Acidentes

Durante a "Operação Reveillon", realizada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), entre os os dias 31 de dezembro e 1° de janeiro, foram registrados 84 acidentes, sendo quatro vítimas fatais. Os agentes do BPRv atenderam também a três atropelamentos em todo o estado.

No total, foram emitidos 2.192 autos de infração por excesso de velocidade, além de outras 933 infrações de trânsito.

Cidade fantasma

Com tanta gente no litoral, a região central de Curitiba se transformou em um verdadeiro deserto. Poucas pessoas eram vistas nas ruas e, praticamente, todo o comércio estava fechado. Com a cidade vazia, que teve coragem de tomar as ruas precisava ter cuidado, já que essa situação atípica é um prato cheio para a ação de marginais.

Felipe Rosa
Curitiba se transformou em uma cidade fantasma nesse dia 1°.

Publicidade

Publicidade

Comente a notícia

Esta notícia já contém 3 comentários.

  • Paulo Murta
    01/01/2014 - 23:19

    Olá Marco, nesse caso cadê o Ministério Publico, cadê os pseudos juízes? Será que ninguém consegue enxergar essa falcatrua entre pedágio e grupos político??

    A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Paraná Online.
    Denuncie o comentário Responda o comentário

  • marco england
    01/01/2014 - 09:10

    Vote na Gleisi ou no Requião então para tirarem o pedágio!

    A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Paraná Online.
    Denuncie o comentário Responda o comentário

  • Paulo Murta
    01/01/2014 - 08:23

    Mais uma vez o caixinha do pedágio vai fortalecer o caixinha do Beto Richa Corrupto e sem vergonha!

    A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Paraná Online.
    Denuncie o comentário Responda o comentário