Bairro do Tatuquara ganha Rua da Cidadania

A ordem de serviços para a construção da Rua da Cidadania do Tatuquara foi assinada na noite de quinta-feira (18) pelo prefeito Gustavo Fruet, durante a consulta pública na Regional Pinheirinho para discutir o Orçamento do Município. Será a décima regional administrativa da capital paranaense, em uma obra que tem investimento de R$ 7,3 milhões, totalmente captados através da venda de potencial construtivo da cidade.

“Estamos atendendo a uma antiga reivindicação da comunidade local. A nova regional terá um núcleo da Guarda Municipal, escritórios das secretarias municipais e uma praça de integração para uso da população, ampliando a descentralização dos serviços da cidade”, disse Fruet. A construção será na rua Engenheiro João Kloss. A empresa contratada pode iniciar o trabalho assim que as condições de tempo estiverem boas e a previsão é de que a regional seja entregue à população no início de 2015.

A reunião realizada na Igreja Nossa Senhora da Anunciação, no Capão Raso, foi a última da série de nove consultas públicas para discussão da Lei Orçamentária Anual de 2014 e do Plano Plurianal no período 2014/2017. Cerca de 300 pessoas participaram do encontro, das quais 31 tiveram a oportunidade de fazer sugestões e reivindicações diretas para o prefeito, para o administrador regional Pinheirinho, Edgar Otto Hauber Júnior, e secretários municipais. As questões não atendidas na audiência serão respondidas em até três dias úteis pelas secretarias municipais.

“A população de Curitiba está cada vez mais participativa. Queremos ter este compromisso de abrir todos os canais de participação e incentivar os curitibanos a dar sugestões, criticar, solicitar melhorias na sua região, seja através das audiências públicas, do serviço 156 ou das redes sociais. Precisamos respeitar as legítimas reivindicações da população e, sempre que possível, dar uma resposta imediata”, disse Fruet.

O prefeito ouviu e respondeu a diversas questões com o apoio dos secretários presentes. Os principais temas debatidos foram relativos às áreas de saúde, obras, habitação e trânsito.

Marcos André do Nascimento, morador das Moradias Santa Rita, no Tatuquara, desenvolve há 15 anos um trabalho com crianças e adolescentes da região, que participam de atividades de contraturno. Ele pediu um vestiário para o estádio no qual os jovens fazem suas atividades. “Acredito que será possível a Prefeitura atender nosso pedido. Acho que o prefeito tem boa vontade, está disposto a ouvir e conversar com a população para buscar uma solução para as nossas reivindicações”, disse.

A moradora do Capão Raso Julia Ivete Pissinini Manduca, de 85 anos, disse que participou de várias audiências públicas realizadas em 2013. “É muito importante participar, pois nas consultas temos vez e voz”, afirmou. “É ótimo perguntar, ser ouvido e receber uma resposta na hora. Nas audiências, podemos conhecer melhor a opinião do prefeito”, disse Eulina da Silva, presidente da associação dos moradores das Moradias Rio Bonito, no Tatuaquara, que pediu a Fruet agilidade na implantação da Unidade 24 Horas do Tatuaquara, para desafogar as demais unidades de saúde da região.

O prefeito também destacou as principais obras realizadas e em execução na Regional Pinheirinho nos primeiro seis meses da nova gestão da Prefeitura, como a recuperação da cobertura do Terminal Pinheirinho; a reforma de unidades de saúde, com ampliação do horário de atendimento da US Concórdia até as 22 horas; a pavimentação de diversas ruas; e a entrega de unidades habitacionais da Cohab no Tatuquara e no Campo de Santana.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia