Trabalhadores morrem asfixiados dentro de fossa

Márcio Barros Publicação 26/04/2013 às 14:51:54 Atualizado 26/04/2013 às 19:50:48
Átila Alberti
Tragédia aconteceu dentro de um condomínio em construção no Pilarzinho.

Três pessoas morreram em acidente de trabalho na tarde de ontem. Dois trabalhadores foram encontrados dentro de uma fossa, de mais de 10 metros de profundidade, em um condomínio residencial em construção, na Rua Alexandre Von Huboldt, Pilarzinho. Edson Luiz Alessi, 41 anos, e Mario Pelentier de Lima, 56, limpavam a fossa com um equipamento com motor a diesel, que supostamente queimou o oxigênio e provocou a morte dos dois por asfixia.

Eles foram vistos pela última vez por volta das 11h. Como não apareceram para almoçar, foram procurados por outros operários, que encontraram os dois caídos. Os colegas retiraram os dois da fossa e chamaram o Siate, mas quando os socorristas chegaram ao local, Edson e Mario já estavam mortos.

Um operário, identificado apenas como “Maranhão”, disse que não trabalhava direto com as vítimas, mas ficou muito triste. “Essa vida não é fácil. A gente sai de casa muito cedo, trabalha pesado o dia todo pra conseguir levar um dinheiro para manter a família. Quando isso acontece, a gente fica até sem saber o que fazer”, disse, com os olhos cheios de lágrimas. Os corpos só foram recolhidos ao Instituto Médico-Legal depois das 18h.

Pedra

Em Campina Grande do Sul, Carlos Batista dos Santos, 52 anos, morreu esmagado em uma pedreira. Ele tentava quebra uma pedra quando ela se desprendeu e o atingiu. O acidente aconteceu por volta das 15h30, no quilômetro 37 da BR-116.


Publicidade

Publicidade