Alunos conhecem as utilidades do solo

Cintia Végas Publicação 31/10/2003 - 00h00 Atualizado 19/01/2013 - 20h41

Trinta e três alunos do terceiro ano do ensino fundamental da Escola Municipal Francisco Frischmann, de Curitiba, visitaram, ontem de manhã, o setor de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Paraná (UFPR), no bairro do Juvevê. Na companhia do vice-coordenador de solo da instituição, Marcelo Ricardo de Lima, eles participaram do projeto Solo na Escola, criado no início de 2002. A idéia é de que os estudantes aprendam, de forma prática, a importância e as utilidades do solo. Eles visitaram coleções de rochas, manusearam o solo e ainda aprenderam sobre morfologia da terra, observando cor, estrutura e textura do solo encontrado em diferentes regiões do Estado e do País.

"Muitas vezes, as crianças imaginam que o solo só é manuseado por quem trabalha na agricultura, o que é errado", comenta Marcelo. "A idéia é que elas entendam que o solo faz parte de nosso dia-a-dia e afeta uma série de áreas do conhecimento, devendo também ser enxergado como parte do meio ambiente e do meio urbano."

Para a professora Stella Maris Matos, a atividade prática com o solo contribui para aumentar o interesse das crianças sobre o assunto, estudado anteriormente em sala de aula. "Visitar o setor de Ciência Agrárias é uma atividade considerada divertida pelos alunos. Dessa forma, eles se sentem mais à vontade para fazer perguntas e, conseqüentemente, o interesse pelo tema aumenta", diz.

O Solo na Escola também envolve a promoção de eventos de extensão universitária e a elaboração de cartilhas que sirvam de referência aos professores. As escolas que tiverem interesse em participar do projeto devem ligar para o Departamento de Solos do setor de Ciências Agrárias. Os telefones são o (41) 350-5649 e o (41) 350-5603.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia