Requerimento do seguro-desemprego pela internet

AE Notícias Publicação 11/05/2010 - 14h30 Atualizado 19/01/2013 - 21h49

A partir desta quarta-feira (12), a Agência Central do Trabalhador de Curitiba passa a oferecer o serviço de agendamento do seguro-desemprego, via internet. O projeto da Secretaria do Trabalho, Emprego e Promoção Social deve ser levado às outras 251 unidades do Sistema Público de Empregos do Paraná ainda neste ano. Espera-se diminuir o tempo de espera e agilizar o processo de requerimento do benefício, através do atendimento com horário marcado.

Segundo o secretário Tércio Albuquerque, a medida visa evitar filas antes do horário de funcionamento da Agência, às 8h, e a distribuição de senhas presenciais continua normalmente. "Pensamos no inverno e nas pessoas que chegam muito cedo para serem atendidas. Isso já não é necessário, porque as senhas são ilimitadas e entregues até 17h30, mas muita gente acredita que é preciso vir pela manhã para obter o seguro", explica.

Com o serviço on-line, o trabalhador poderá se organizar melhor e prever quanto tempo deve ficar na Agência. "Assim, aproveita o dia para outras atividades e para buscar um outro emprego. A iniciativa demonstra a preocupação do governador Orlando Pessuti com os trabalhadores, ao facilitar o acesso a esse tipo de serviço."

O novo sistema deve permitir que até cinco pessoas agendem o mesmo horário e manter o requerimento do seguro para quem não marcou com antecedência. A capacidade de atendimento continuará na média de 400 pessoas por dia. "O serviço foi desenvolvido pela equipe da Secretaria, com o apoio da Companhia Paranaense de Informática, o Celepar. Tudo foi pensado para facilitar o acesso do trabalhador ao que é seu por direito e nossa expectativa é muito positiva", conta o gerente da Agência de Curitiba, Rafael dos Santos.

Para realizar o agendamento prévio, o trabalhador deve acessar o site www.setp.pr.gov.br e clicar em Agência do Trabalhador. Na quarta-feira, o link Seguro Desemprego será adicionado às opções e permitirá o acesso.


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia