Leilão de imóveis em Matinhos tem pouca procura

Luciana Cristo Publicação 02/02/2008 - 00:00:17 Atualizado 19/01/2013 - 21:19:59

Foto: Arquivo

Das quase 40 mil propriedades da cidade, metade tem contas atrasadas e em dívida ativa.

Dos 47 imóveis que estavam com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) atrasados e que foram a leilão ontem em Matinhos, litoral do Paraná, apenas um foi vendido. A boa localização do imóvel na Praia Mansa, Caiobá, foi decisiva para a venda, que saiu por R$ 400 mil.

A pequena procura por interessados nessa primeira praça do leilão já era esperada. De acordo com o procurador do município, Élio Kawamura, essa é uma tendência natural dos leilões. “O movimento maior deve acontecer na segunda praça, na qual os imóveis começam com um desconto de 40% no lance inicial. Um imóvel de R$ 100 mil, por exemplo, começa a ser leiloado por R$ 60 mil, e, por isso, a venda é mínima na primeira praça”, explicou.

Essa primeira etapa apresentou o valor de avaliação judicial, por disposição legal. Na segunda praça, que acontece no próximo dia 13, o lance é pela melhor oferta, o que amplia as chances de compra e para quando são esperadas disputas mais acirradas.

Dos 80 imóveis anunciados que iriam ao leilão de ontem, 12 regularizaram a situação a tempo, além de outros que ficaram de fora por pendências processuais. Mas pelo menos outros 21 imóveis irão a leilão em março, inicialmente previsto para o dia 10, de acordo com a procuradoria de Matinhos.

O leilão é um recurso que está sendo utilizado pela grande quantidade de proprietários inadimplentes com o município. De acordo com informações da Prefeitura, das cerca de 40 mil propriedades de Matinhos, metade está com contas atrasadas e em dívida ativa. A dívida dos contribuintes pendentes alcança o valor de R$ 30 milhões. São casas, apartamentos e terrenos que estão com os impostos vencidos há, pelo menos, mais de três anos. Antes do leilão, os proprietários foram notificados ao menos três vezes da possibilidade de perderem os imóveis.

Incentivo

Como incentivo à regularização, o IPTU de 2008 permaneceu com o mesmo valor do ano passado. Além disso, o pagamento das taxas de Serviços Urbanos poderá ser efetuado em até dez vezes, com vencimento da primeira parcela no dia 10. Para quem fizer o pagamento à vista, o desconto será de 15%. Proprietários que desejarem negociar suas dívidas e regularizar a situação dos imóveis podem entrar em contato com a prefeitura pelo telefone (41) 3452-8000. A lista com informações dos imóveis e seus respectivos valores está disponível no site do leiloeiro oficial, o Vicente Martins Leilões (www.vicentemartinsleiloes.com.br).


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia