Federação Paranaense de Voleibol

Publicado em 07/02/2012 às 12:14:50 - Atualizado em 20/01/2013 às 09:54:40
Perfil de Domingos Moro

Domingos Moro, Advogado com ações nacionalmente reconhecidas na área do Direito Desportivo, titular da Domingos Moro – Advogados Associados, membro do IBDD – Instituto Brasileiro de Direito Desportivo e da Comissão de Direito Desportivo da OAB PR, ex-dirigente do Coritiba Foot Ball Club, ex-Auditor do TJD PR, Palestrante (Faculdades de Direito, grupos de dirigente e atletas e em eventos nacionais sobre Justiça Desportiva e Direito Desportivo), Diretor Jurídico da ACEP – Associação dos Cronistas Esportivos do Paraná, da ABRACE – Associação Brasileira dos Cronistas Esportivos, da FUTPAR – Associação dos Clubes Profissionais do Paraná, da FPFS – Federação Paranaense de Futebol de Salão, do STPFPR – Sindicato dos Treinadores de Futebol do Paraná e representante de diversos clubes do futebol brasileiro. Atua em todos os Tribunais Desportivos do Brasil (em variadas modalidades esportivas), aproximando-se da marca de 2.500 sustentações orais. Articulista de jornais, sites especializados e Portais. Com obras já editadas, ultima preparativos para lançamento de dois livros. Na internet, www.domingosmoro.com.br

Confira carta do advogado Domingos Moro, da chapa liderada por Neuri Barbieri, em 03/02/2012.
Prezados membros da Assembleia Geral da Federação Paranaense de Voleibol. Torno públicas minha honra e satisfação profissional em assessorar juridicamente a chapa INTEGRAÇÃO, liderada pelo amigo Neuri Barbieri, pessoa do circulo mais intimo de algumas das minhas mais valiosas amizades.

Não esperava encontrar óbices eleitoras - normais e corriqueiros, frise-se - pelas inúmeras referencias sobre os bons trabalhos de Neuri Barbieri, por seu conceito estadual e nacional e pelo prestígio invulgar que desfruta perante os órgãos nacionais de organização e administração do desporto.

Uma vez mais Neuri me surpreendeu quando, após manobras e posicionamentos de terceiros, adentrou nas dependências de nossos escritórios com uma mala (isso mesmo, uma mala) repleta de documentos, pastas encadernadas mês a mês, balancetes, balanços, Certidões Negativas múltiplas e raras e Pareceres do Conselho Fiscal da FPV.

A lei que rege o desporto nacional tem o espirito da existência e da legalidade das comprovações contábeis e fiscais, disciplinando formalidades. Só que formalidades podem ser supridas, desde que exista o básico e o básico são documentos. Atesto aos incautos: vi e examinei os documentos corretamente demonstrados.

Depois de tantos anos como dirigente esportivo e de outros tantos como profissional operador do Direito Desportivo nada mais me surpreende nos sadios e louváveis embates eleitorais. Sou daqueles que pensam que do confronto de ideias e de programas é que se alicerça a evolução das entidades do esporte, qualquer que seja sua modalidade.

Mas alguns pontos me chamam atenção e me incomodam. Pontuo dois. Qual a razão de se buscar eventuais irregularidades apenas em épocas eleitorais? Por que não busca-las, acaso existentes, no tempo devido - o tempo de suas ocorrências ou inocorrências? E qual o motivo, sem discurso eleitoreiro, de se combater a continuidade das boas ideias e dos bons ideais.
A grandeza de uma entidade se faz, também, com a grandeza e o respeito conquistado por seus dirigentes.

Embora mais próximo do futebol, sou um amante de todas as modalidades esportivas. Fui Diretor de Esportes da Sociedade Thalia, da ABESFI - Associação Beneficente dos Servidores do Sistema FIEP (e também seu presidente), campeão paranaense de natação e nos inesquecíveis tempos de Colégio Marista Santa Maria, partícipe de todos os selecionados de Vôlei e Basquete daquela instituição de ensino.

Considero-me um desportista e sei da importância do esporte para a sociedade brasileira, mas sonho (e procuro dar minha contribuição para sua construção) sempre com uma sociedade melhor e, assim, ao hipotecar meu total apoio a Neuri Barbieri e a seus valiosos companheiros de chapa, peço, com humildade, o voto da continuidade de um bom trabalho, na certeza dos melhores propósitos.

"Um homem não precisa apenas parecer honesto e sim ser realmente honesto".
Domingos A. L. Moro
Advogado da chapa 2, denominada extraoficialmente como INTEGRAÇÃO e da ABRACE - Associação Brasileira dos Cronistas Esportivos, que faz de sua atuação profissional um verdadeiro ode ao desporto brasileiro.
ET. As eleições na FPV para o quadriênio 2012 - 2016 ocorreram dentro da normalidade, em 04/02/2012, na cidade de Marechal Cândido Rondon, com o expressivo resultado de vitória da Chapa liderada por Neuri Barbieri por 14 votos contra 03 dados à Chapa oposicionista.
"A voz das urnas é a mais sábia das vozes".
ESTÁ PAUTADO...