Comunicado interno

Publicado em 15/11/2003 às 21:00:00 - Atualizado em 20/01/2013 às 09:36:40
Perfil de Dante Mendonça

Cronista e cartunista, membro da Academia Paranaense de Letras, na selva da cidade é um caçador de histórias. Diariamente relata e comenta a notícia e o que não é notícia, o que faz e o que diz com espírito a nossa gente.

AOS FUNCIONÁRIOS DO MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

É com grata satisfação que registramos o absoluto sucesso do nosso programa nacional de recadastramento de idosos. O resultado foi acima das expectativas, pois conseguimos mobilizar todo o segmento da sociedade acima dos 90 anos, fazendo com que o nosso sistema de atendimento ao público demostrasse a eficácia dos novos métodos de recadastramento recém-implantados. Outrossim, dando continuidade à modernização administrativa deste ministério, comunicamos também um novo programa de modernização dos recursos humanos.

NOVAS REGRAS E CONDUTAS DE TRABALHO

INDUMENTÁRIA - Informamos que o funcionário deverá trabalhar vestido de acordo com o seu salário. Se o percebermos calçando um tênis Nike de R$ 350 e carregando uma bolsa Gucci de R$ 600, presumiremos que vai bem de finanças e, portanto, não precisa de aumento. Se ele se vestir de forma pobre, será um sinal de que precisa aprender a controlar melhor o seu dinheiro para que possa comprar roupas melhores e, portanto, não precisa de aumento. E se ele se vestir no meio termo, estará perfeito e, portanto, não precisa de aumento.

AUSÊNCIA DEVIDO À ENFERMIDADE - Não vamos mais aceitar uma carta do médico como prova de enfermidade. Se o funcionário tem condições de ir até o consultório médico, pode vir trabalhar.

CIRURGIA - As cirurgias são proibidas. Enquanto o funcionário trabalhar neste ministério, precisará de todos os seus órgãos, portanto, não deve pensar em remover nada. Nós o contratamos inteiro. Remover algo constitui quebra de contrato.

AUSÊNCIAS DEVIDO A MOTIVOS PESSOAIS - Cada funcionário receberá 104 dias para assuntos pessoais a cada ano. Chamam-se sábado e domingo.

AUSÊNCIA DEVIDO AO FALECIMENTO DE ENTE QUERIDO - Esta não é uma justificativa para perder um dia de trabalho. Não há nada que se possa fazer pelos amigos, parentes ou colegas de trabalho falecidos. Todo esforço deverá ser empenhado para que não-funcionários cuidem dos detalhes.

AUSÊNCIA DEVIDO À SUA PRÓPRIA MORTE - Isto será aceito como desculpa. Entretanto, exigimos pelo menos 15 dias de aviso prévio, visto que cabe ao funcionário treinar o seu substituto.

O USO DO WC - Os funcionários estão passando tempo demais no toalete. No futuro, seguiremos o sistema de ordem alfabética. Por exemplo, todos os funcionários cujos nomes começam com a letra ‘A’ irão entre 8h e 8h20, aqueles com a letra ‘B’ entre 8h20 e 8h40, etc. Se não puder ir na hora designada, será preciso esperar a sua vez, no dia seguinte. Em caso de emergência, os funcionários poderão trocar o seu horário com um colega. Ambos os supervisores do funcionário deverão aprovar essa troca, por escrito. Adicionalmente, agora há um limite estritamente máximo de 3 minutos no box.

Acabando esses 3 minutos, um alarme irá tocar, o rolo de papel higiênico será recolhido, a porta do box abrirá e uma foto será tirada. Se for repetente, a foto será fixada no quadro de avisos da empresa sob o título "Infrator Crônico".

A HORA DO ALMOÇO - Os magros têm 30 minutos para o almoço, porque precisam comer mais para parecerem saudáveis. As pessoas de tamanho normal têm 15 minutos para comer uma refeição balanceada que sustente o seu corpo mediano.

Os gordos têm 5 minutos, porque é tudo que precisam para tomar um "Slim Fast" e um remédio de regime.

Muito obrigado pela sua fidelidade às novas diretrizes deste ministério. E lembrem-se: "Quem trabalha muito, erra muito. Quem trabalha pouco, erra pouco. Quem não trabalha não erra. E quem não erra é promovido".

Atenciosamente, ministro Ricardo Berzoini

Até quarta-feira, e é isso aí Solda: "Se sal-de-fruta não chiasse não faria efeito."

Publicidade

Publicidade