Inchaço nas pernas é sensação incômoda comum no verão

Redação Publicação 30/01/2009 às 00:00:00 Atualizado 19/01/2013 às 21:32:24

Sensação de peso nas pernas, dores e formigamentos. Estes são alguns sintomas de quem sofre um problema que se agrava ainda mais no verão: o inchaço nos pés e nas pernas.

Com a correria do dia-a-dia, algumas pessoas, a maioria mulheres, nem percebem o problema, e reparam apenas quando o calçado "marcou" a pele.

O aumento da temperatura e os dias mais compridos e agitados fazem com que o cansaço nas pernas seja maior durante a estação.

O cirurgião vascular Cristiano Schimitt explica que isso acontece porque ocorre uma vasodilatação das veias, ou seja, o corpo precisa favorecer a transpiração e fazer uma troca de calor com o meio ambiente, para que a pressão não fique muito alta. "O calor faz com que as veias se dilatem, e a rotina de festas, de viagens longas e de sono reduzido impede o descanso", observa.

O inchaço também pode indicar problemas mais graves, como insuficiência cardíaca congestiva. "Quando a pessoa começa a ter, além dos inchaços, falta de ar e cansaço após pequenos esforços, pode indicar algum problema cardíaco", avisa, tranqüilizando que se esses sintomas não se manifestam não há por que se preocupar com o coração.

Para descobrir se o inchaço é somente uma "doença de verão", o cirurgião vascular recomenda exercícios físicos e muito líquido. Conforme o médico, é importante que em repouso a pessoa eleve as pernas. Além disso, diminuir o quanto puder o consumo de sal, praticar exercícios regularmente e inserir muito líquido na dieta são outras orientações.

Retenção de líquidos

Pessoas que sofrem constantemente do problema podem ter a tendência de desenvolver varizes. De acordo com o especialista, as varizes surgem porque o sangue que deveria circular e ir até o coração acaba ficando acumulado na perna.

Nesse caso, entram novamente o sedentarismo e o uso de anticoncepcionais como fatores que levam ao distúrbio. "Elas acontecem tanto em pessoas que trabalham sentadas quanto nas que permanecem em pé por muito tempo", ressalta o cirurgião vascular Jorge Timi.

Um fator que contribui para que o corpo inche é a retenção de líquidos, impedindo o retorno das proteínas na circulação. A fisioterapeuta Fabiana Tozo, explica que, se partes do corpo incham, é porque o sistema linfático não está funcionando corretamente.

"A sua função é captar todo líquido que está fora e mandar para as células", realça. No verão, conforme a especialista, ocorre alteração na pressão arterial, que geralmente fica mais baixa. Com isso, consumimos mais sal, que contribui consideravelmente para o organismo reter líquido.

Para ajudar o sistema linfático a funcionar bem, uma boa opção é a drenagem linfática, uma massagem leve e lenta que estimula o sistema linfático. A princípio, a técnica parece simples, mas Fabiana alerta que antes deve ser feita uma boa investigação. "Questões como doenças que já teve, casos na família, problemas de pressão arterial ajudam a diagnosticar o problema corretamente", declara.

Um teste, conhecido por sinal de cacifo, consiste em apertar o tornozelo bem forte e ver em quanto tempo a marca da mão desaparece. Se for rápido, é um inchaço devido ao calor ou por má postura. Caso contrário, a melhor opção é consultar um especialista para identificar algum problema mais grave.

Medidas preventivas

* Não ter vida sedentária
* Movimentar-se bastante
* Cuidado com o excesso de peso
* Não permanecer em pé por tempo prolongado
* Não permanecer muito tempo em ambientes com temperaturas elevadas
* Beber muita água


Publicidade

Publicidade

Comente a notícia