Sucesso do mega hair faz crescer comércio de cabelos

Jadson André Publicação 13/06/2013 às 00:00:00 Atualizado 13/06/2013 às 05:36:04
Marco Charneski


O sucesso do mega hair e de outros apliques só faz crescer o mercado de compra e venda de cabelos. Na região do Terminal do Guadalupe, no centro de Curitiba, são cerca de 30 estabelecimentos que atuam neste ramo. As lojas não vendem apenas para os salões de beleza. Também há espaço para as clientes interessadas em colocar as extensões de cabelo por ali mesmo. Além dos apliques, o cabelo é transformado em perucas, que também são muito procuradas, especialmente por pacientes em tratamento contra o câncer. A quimioterapia causa a queda dos cabelos e alguns preferem utilizar a peruca.

Segundo o proprietário da Casa do Cabelo, José Alvino Godói - conhecido como Zé do Cabelo -, o aumento na procura por cabelo vem aumentando nos últimos dez anos. Ele considera que o auge deste movimento está ocorrendo agora. “Muitas mulheres fazem químicas e outros tratamentos que prejudicam os cabelos. E os apliques são as maneiras mais rápidas do cabelo crescer”, esclarece. Zé do Cabelo faz vendas para os salões de beleza e para os clientes diretamente no balcão. São casos de pessoas que preferem comprar e levar para os profissionais de confiança.

A maior parte dos comerciantes trabalha há anos no mercado de cabelos. Zé do Cabelo está no ramo há cerca de 20 anos. Ele diz ser o primeiro a instalar um estabelecimento voltado para o comércio de cabelos nas proximidades do Terminal do Guadalupe. Longevidade no negócio também é o caso de Orlando Jucoski, que tem experiência de 15 anos no setor. Ele e a esposa Rita de Cássia são proprietários da Casa do Mega Hair, um dos locais que compra e vende cabelos no centro da cidade. “As novelas influenciam bastante no movimento. Muitas clientes chegam aqui querendo o cabelo igual à determinada atriz”, indica Rita. A loja conta com nove profissionais para fazer os apliques nas clientes. A equipe não aumenta por falta de espaço. “Chegamos a dez mega hair por dia”, ressalta.

Quando chega alguém interessado em vender o próprio cabelo, Orlando faz uma avaliação do candidato, levando em consideração comprimento, qualidade e quantidade de cabelo. “Dependendo do cabelo, já cortamos na hora”, explica. O cabelo loiro, liso e sem nenhum tipo de química é o mais desejado pelos donos das lojas devido à grande procura. Muitas clientes querem colocar um aplique loiro, aquecendo o mercado para este tipo de produto. “O cabelo loiro vale mais tanto pela dificuldade em achar quanto pela procura da clientela”, conta Daniel da Silva, do M. Dandyes Cabeleireiros.

Os motivos para alguém vender o cabelo são diversos. A toda hora aparece um interessado pedindo uma cotação. “Tem gente que cultiva para vender mesmo ou precisa juntar dinheiro rápido. Também há casos de pessoas que descobrem que estão com câncer e, antes do cabelo cair, já vendem”, relata Orlando Jucoski. As lojas normalmente compram cabelos a partir de 50 centímetros de comprimento. “Já encontramos cabelos com 1,10m de comprimento”, salienta Orlando. Quanto maior, melhor. Isto porque para o mega hair é necessário um tamanho maior de cabelo para atender as demandas das clientes.

Valores

Os preços pagos pelo cabelo variam conforme os critérios de cada avaliador. Mas é possível conseguir algumas centenas de reais por eles. Dependendo do tamanho, o valor pode ultrapassar R$ 1 mil. Após a compra, os especialistas “limpam” as mechas, tirando os fios danificados. Os que não servem para os apliques ou perucas podem ser vendidos para a montagem dos “dreadlocks”. A venda do cabelo pode ocorrer por peso ou por mechas. Na Casa do Mega Hair, o quilo do cabelo escuro custa cerca de R$ 3 mil e o quilo do cabelo sai por R$ 5 mil.

Em média, para fazer um mega hair é preciso 150 gramas de cabelo. Na Casa do Cabelo, a venda acontece por mechas. Os preços variam bastante e podem chegar a R$ 3 mil, dependendo do tipo do cabelo. Se o preço dos apliques pode animar ou desencorajar muitas pessoas, ainda é preciso lembrar que o custo não vem em apenas uma oportunidade. A manutenção ocorre a cada três meses, para que os fios colocados continuem gerando o resultado esperado. Além disto, os cabelos com apliques precisam de cuidados especiais, como xampu, condicionador, máscara e escova próprias.

Marco Charneski



Publicidade

Publicidade

Comente a notícia