Apague suas estrias com a Micropigmentação

Publicação 23/01/2009 - 14h47 Atualizado 19/01/2013 - 21h31

Para quem sofre com estas marquinhas a técnica da micropigmentação pode ser uma boa alternativa. Cristiane Camargo Pasquini, que trabalha em um salão de beleza em Curitiba, explica que a aplicação segue o princípio de uma tatuagem, só que o pigmento utilizado é da cor da pele. "Fazemos uma avaliação para ver as regiões afetadas pelas estrias e também a tonalidade da pele da pessoa", conta a técnica em maquiagem definitiva. Depois desta avaliação, a cliente é submetida à sessão que dura em média duas horas e custa cerca de R$ 400.

A pigmentação não é profunda e atinge apenas a derme, a primeira camada da pele. A profissional garante que aplicação é indolor, "sempre utilizo um anestésico tópico para a cliente não sentir dor". Depois é preciso cuidar da região afetada. Um creme a base de vaselina é recomendado. Cristina também explica que uma casquinha se forma, mas que ela precisa esfarelar, se cair por inteiro, a cor se vai. O cuidado com o sol é outro fator importante. Sempre é preciso utilizar o filtro solar nestas áreas.

Com o tempo é possível que a cliente precise fazer um retoque. Normalmente, a primeira manutenção acontece no primeiro mês. Depois, se a região ficar muito exposta ao sol, a técnica tem que ser refeita em cinco anos.

A boa notícia é que não são apenas as estrias que podem desaparecer com o procedimento. Manchas, cicatrizes e imperfeições da pele também estariam com os dias contados.

 

 


Publicidade

Publicidade